Início » O Político » Senador pelo Amapá » Senador Amapá

Senador Amapá

Depois de deixar a presidência da República, José Sarney foi para a Ilha do Curupu no Maranhão. O descanso foi interrompido em abril de 1990, quando Sarney voltou a São Luís para comemorar seu aniversário de 60 anos. Naquela época, o Maranhão era governado por Epitácio Cafeteira, que havia rompido politicamente com José Sarney.

O sonho de se dedicar exclusivamente a literatura começou a se dissipar com os telefonemas de amigos. Saulo Ramos, Antonio Carlos Magalhães, Roberto Marinho. Todos pediram que Sarney retornasse à política.

O primeiro entrave ao retorno estava dentro do próprio PMDB, que negou legenda a Sarney para concorrer ao Senado pelo Maranhão. Sarney foi sondado a mudar de partido, recebeu convite do PFL, mas decidiu se candidatar pelo Amapá. O ex-território fora elevado à condição de Estado pela Constituição de 1988.

Quatro meses depois de deixar a presidência, Sarney voltava a concorrer a um cargo político. Foi eleito senador pelo Amapá com 236.618 votos. Sarney foi reeleito pelo Amapá mais duas vezes,  em 1998 e 2006.

 

Leia também: