Início » O Político » Senador pelo Amapá » Energia para o Amapá

Energia para o Amapá

No início da década de 90, o Amapá sofreu grave crise no abastecimento de energia com muitas horas diárias de racionamento, atingindo gravemente a população e a economia do estado. O fato levou o senador José Sarney a reivindicar várias medidas, que ao longo de duas décadas, estão mudando a realidade energética no estado. Hoje, o Amapá já tem desenhadas as condições para se tornar inclusive exportador de energia. Tal potencial virá mudar também o perfil da sua matriz energética, antes com predominância de termoelétricas.

De uma geração de 44MW, o Estado alcançou 296 MW, gerados por um total de nove empreendimentos em operação atualmente. Foi uma longa caminhada com gestões que passaram pelo Ministério das Minas e Energia, Eletrobrás e Eletronorte, entre outras instâncias federais.

Dos mais recentes empreendimentos, o grande destaque é a construção da Usina Hidrelétrica de Ferreira Gomes, um investimento de mais de R$ 1 bilhão, com capacidade de geração de 252 MW e atendimento de uma população de 1 milhão e 200 mil habitantes. Serão 2,5 mil empregos diretos e 7,5 mil indiretos. A usina já tem licença prévia ambiental. Outra usina, a de Santo Antônio do Jarí, na divisa do Amapá e o Pará, vai poder disponibilizar 350 mil MW.

 

Leia também: