Início » Livro de Cabeceira » Indignai-vos!

Indignai-vos!

 

Combatente da Resistência Francesa, preso e deportado ao campo de concentração de Buchenwald, diplomata que secretariou a Comissão de Redação da Declaração Universal dos Direitos do Homem das Nações Unidas, militante político, Stéphane Hessel escreveu um pequeno panfleto político que teve enorme repercussão em toda a Europa: Indignai-vos!

O apelo que faz é contra o conformismo com uma situação que compara à do surgimento do nazismo: a destruição do Estado de Bem-Estar social e o domínio do mercado financeiro sobre todos os valores morais e sociais. Hessel denuncia o aumento da distância entre os muitos ricos e os muito pobres, o estado do planeta, o tratamento dados aos imigrantes clandestinos, aos moradores de rua, aos ciganos, a corrida para ter sempre mais. Ele não aceita a atitude passiva da maior parte dos franceses e europeus, que acham que nada há a fazer. É preciso, diz ele, uma insurreição pacífica.

A força do livro de Hessel vem de sua profunda convicção de defensor dos direitos humanos, de sua militância de toda uma longa vida — tem 94 anos. Sua indignação é contagiante, e saio de sua leitura profundamente tocado.

Por José Sarney

 

Leia também: