Início » Blog » Sarney, de Chico Buarque a João do Vale

Sarney, de Chico Buarque a João do Vale

por Jorge Bastos Moreno

Você já imaginou José Sarney pegar o violão para dedilhar e cantar músicas do que ele chama de “primeira fase” do Chico Buarque de Holanda, como “A Banda” e “Pedro Pedreiro”? Nem eu. Mas ele sempre fez isso na intimidade do lar e repetia nas cantorias do saudoso amigo Saulo Ramos, que costumava levar para São Paulo os principais cantores de roda do Nordeste.

Na festa de 60 anos da filha Roseana, a cantoria foi geral. A filha, fã de carteirinha de Roberto Carlos, cantou e tocou as primeiras músicas do Rei.

E o pai abriu sua voz para interpretar o cancioneiro brasileiro, especialmente o do João do Vale. É dele, por sinal, uma das músicas que Sarney mais gosta de cantar: “Na Asa do Vento”.

Jorge Bastos Moreno registra cantoria de Sarney

 

Leia também: