Início » Blog » Lançada por Sarney, Ferrovia Norte-Sul é avanço na logística do país

Lançada por Sarney, Ferrovia Norte-Sul é avanço na logística do país

A presidente Dilma Rousseff, ao inaugurar um trecho de 855 quilômetros da Ferrovia Norte-Sul, nesta quinta-feira (22), na cidade goiana de Anápolis, elogiou o projeto lançado há 27 anos pelo então presidente José Sarney. Ela fez um agradecimento público ao agora senador pelo PMDB do Amapá pelo legado que a obra idealizada por ele representa para a logística do país.

Foto: Roberto Stuckert Filho/ Divulgação Planalto

Foto: Roberto Stuckert Filho/ Divulgação Planalto

“Nós herdamos algo importante do senador e ex-presidente da República José Sarney, que foi a concepção de que era importante fazer a Ferrovia Norte-Sul”, disse Dilma Rousseff na solenidade de entrega do trecho que liga a capital do Tocantins, Palmas, a Anápolis.

O novo trecho da Norte-Sul, que se interliga ao trecho que vai até Açailândia (MA), reduzirá em 30% o custo do frete de minérios e grãos da Região Centro-Oeste. A obra faz parte do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) do governo federal.

Ao comentar a inauguração da obra, o senador José Sarney lembrou que, à época, tinha como prioridade ampliar a estrutura logística das regiões Norte e Centro-Oeste, que se apresentavam como as mais promissoras fronteiras agrícolas do mundo. E que, não fosse a reação de alguns setores ao investimento proposto, a malha de transportes do país seria hoje muito mais eficiente.

 

Leia também: