Início » Blog » Darcísio Perondi destaca importância de Sarney na Construção do SUS

Darcísio Perondi destaca importância de Sarney na Construção do SUS

Deputado peemedebista ressaltou que o ex-presidente da República fez tudo pelo social e que não faltaram recursos para saúde durante o seu governo

O Deputado Federal Darcísio Perondi (PMDB RS), exaltou em pronunciamento no plenário na Câmara dos Deputados a história do presidente do Senado, o peedebista Senado José Sarney.
Em seu discurso o parlamentar gaúcho lembrou que o Sistema Único de Saúde (SUS) foi criado no Governo José Sarney. O peemedebista também ressaltou que mesmo antes da Constituição de 1988, foi trabalhada toda a montagem do SUS, e o acesso universal começou durante o Governo de José Sarney.

O deputado disse ainda que o presidente José Sarney fez tudo pelo social e que não faltaram recursos para saúde . “O presidente Sarney cumpriu rigorosamente a constituição Federal”, frisou Perondi.

Eu me lembro que ele criou osconvênios gerais de filantropia. Era tempo em que as Santas Casas atendiam sem dificuldades a população. A rede pública, por meio do SUS, começou a ser construida e o Sarney pagava em dia os hospitais. “O Brasil deve sim a José Sarney”, afirmou o Deputado.

O senador Sarney recebeu há dez dias na Presidência da casa, integrantes da frente parlamentar mista da saúde e pediram ao presidente urgência na apreciação da proposta que garante mais recursos à Saúde, a emenda 29, Sarney reiterou seu comprometimento com a causa.

E de fato o Senado há dez dias, aprovou o regime de urgência para votar a regulamentação da Emenda 29, regime de urgência! O requerimento foi encaminhado pelo Líder do PSDB, Senador Álvaro Dias. Quase 50 Senadores assinaram. Visto isso, os Líderes também assinaram, e o projeto está pronto para ser votado no plenário, destacou Perondi.

Segundo o deputado peemedebista o Senado, sob a liderança do Presidente Sarney, será, de novo, como foi há quatro anos, altivo, independente, solidário e vai confirmar o que votou há quatro anos: o PL 121, que nós modificamos. Não o melhoramos, pioramos. Mandamos para o Senado e este, com independência, com altivez, com a solidariedade dos Senadores, comandados pelo Presidente Sarney, que criou o SUS, dará ao País uma regulamentação, fechando os desvios e, acima de tudo, colocando 10% das receitas correntes brutas para diminuir o sofrimento das pessoas, dos nenês, das mães grávidas, das pessoas com câncer, das pessoas com reumatismo, das pessoas que sofrem por falta de acesso, afirmou Perondi.

 

Leia também: