Início » Blog » A Refinaria da Petrobrás

A Refinaria da Petrobrás

É com grande revolta e profunda indignação que verifico como são tomadas as decisões no Brasil, esquecendo o maior dos problemas, o das desigualdades regionais. Critica-se a valer que o Maranhão é pobre, com baixos índices sociais e apontam mazelas, mas sem estrutura industrial de base, sem desenvolvimento industrial, é impossível crescer ou distribuir riquezas. Ninguém oferece solução e, quando elas surgem, acabam.

Passei a vida toda defendendo esta tese e lutando contra o abandono em que a área econômica deixa o Maranhão. De Getúlio nada ficou. Juscelino veio inaugurar uma locomotiva. Jânio Quadros ainda autorizou, a meu pedido, a importação de estacas para o Porto do Itaqui.

A decisão da Petrobrás de cancelar a construção da Refinaria Premium não se justifica nem o Maranhão pode pagar pela corrupção ou os desmandos que se verificam naquela empresa pública.

É uma luta de 30 anos que desaparece — e não tenhamos dúvida que a decisão para substituir a Refinaria de Bacabeira será ampliar as refinarias que já existem fora das regiões pobres, no Centro-Sul.

É hora de protestarmos, de tornar pública nossa indignação. Unam-se o governo, as classes produtoras e o povo, sem distinção de cor política, e se levante em sua totalidade contra esse crime que atinge o Estado, o povo, mata esperanças e progresso.

Embora sem mandato, nos poucos anos que me restam não silenciarei na defesa do Maranhão e no combate aos crimes contra a criação de um parque de desenvolvimento econômico em nossa região.

José Sarney

 

Leia também: