Início » Blog » A homenagem de Sarney ao jornalista Décio Sá

A homenagem de Sarney ao jornalista Décio Sá

“Um mártir da imprensa que tombou pelas suas idéias, pelo seu trabalho, pela sua capacidade, pela coragem com que exerce sua profissão.” Foi dessa forma que José Sarney definiu o jornalista Décio Sá, assassinado no último dia 23 em São Luís (MA).

Ainda se recuperando de uma cirurgia cardíaca, o presidente do Senado chegou no início da tarde da última sexta (04/05) em São Luís e seu primeiro compromisso foi uma visita ao túmulo do jornalista, que trabalhava no jornal o Estado do Maranhão, fundado por Sarney no final da década de 50, e era o blogueiro mais acessado do Maranhão.


José Sarney põe coroa de flores no túmulo do jornalista Décio Sá


Considerado um dos jornalistas mais polêmicos de sua geração, Décio Sá utilizava seu blog para denúncias de interesse público e bastidores da política local. As matérias postadas em seu blog são uma das linhas de apuração da polícia, que decidiu manter toda a investigação em sigilo, acreditando que assim chegará mais rápido aos responsáveis pelo crime.

Após colocar uma coroa de flores e um exemplar do jornal O Estado do Maranhão com o artigo que escreveu em homenagem ao jornalista, Sarney lembrou que poucas horas antes de ser covardemente assassinado, Décio falou com ele por telefone, perguntou sobre seu estado de saúde e aproveitou para também buscar informações políticas.

Sarney afirmou que receber a notícia da morte de Décio foi um impacto muito grande. “Todos nós ainda estamos revoltados, esperando que se possa realmente fazer justiça e encontrar os autores dessa barbaridade.” Sarney defendeu que cada vez mais é preciso dar proteção aos profissionais da área e condenar todos aqueles que combatem a liberdade de imprensa.

“A liberdade de imprensa é o suporte da democracia, é o suporte que garante a todos nós o direito de falar, de questionar governos, pessoas, instituições. Essa é a função da imprensa”, enfatizou.

 

Leia também: